Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif

Índice revela dez cidades mais empreendedoras do país

São Paulo (SP) e Florianópolis (SC) continuam nas primeiras colocações das melhores cidades para empreender.


Pixabay

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) publicou um ranking com as melhores cidades para empreender em 2022, com base em dados de 2021.


São Paulo (SP) e Florianópolis (SC) se mantiveram na primeira e segunda posição das duas duas melhores cidades do Brasil para empreender, respectivamente. Vitória/ (ES) também se manteve na quarta posição.


Alguns municípios melhoraram o desempenho de 2020 para 2021 e passaram a integrar a lista dos ambientes mais favoráveis ao empreendedorismo, como Belo Horizonte (MG), Joinville/ (SC) e Cuiabá (MT).


Também tiveram cidades que mudaram de posição e não estão mais entre os dez primeiros colocados, como Brasília (DF), São Bernardo do Campo (SP), Jundiaí (SP) e Rio de Janeiro (RJ).


Porto Alegre (RS), São José dos Campos (SP) e Osasco (SP) permanecem no ranking, mas em posições diferentes.


Os dados apresentados se baseiam em sete fatores determinantes para o sucesso do empreendedorismo: ambiente regulatório; infraestrutura; mercado; capital financeiro; inovação; capital humano; e cultura empreendedora.


Melhores cidades para empreender


Confira o comparativo entre as melhores cidades para empreender com dados coletados em 2020 e 2021.



“No ranking geral o empreendedorismo continua concentrado em cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas um olhar mais aprofundado por área nos permite ver que municípios do Nordeste e Norte também têm experiências bem-sucedidas relevantes”, destaca o presidente da Enap, Diogo Costa.


Segundo ele, as experiências podem e devem ser replicadas no contexto pós-pandemia que vivemos, especialmente porque uma das marcas da atualidade é o rompimento das barreiras físicas e a instalação permanente dos negócios digitais no país.


“O empreendedorismo é o motor da produtividade e do crescimento econômico. Toda a transformação digital, ambiental e social que precisamos enfrentar começa com uma transformação empreendedora”.


Índice de cidades empreendedoras


Para a diretora de Relações Institucionais e Governamentais da Endeavor, Renata Mendes, o Índice de Cidades Empreendedoras é uma contribuição relevante da Enap para evoluir o debate sobre empreendedorismo no Brasil.


"Os indicadores guiam os formuladores de políticas públicas das cidades brasileiras no desenvolvimento de ecossistemas mais propícios para o crescimento das empresas.”


Confira a pesquisa completa no site do Governo Federal.


Fonte: Portal Contábeis

Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif