top of page

Conheça o FedNow, versão americana do Pix, que oferece transferências instantâneas

Novidade é lançada em meio aos temores de instabilidade financeira após a quebra de um dos maiores bancos americanos.


O Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, confirmou nesta quarta-feira (15) o lançamento do seu sistema de pagamentos instantâneos para julho deste ano.


O programa, nomeado de FedNow, foi anunciado pelo governo americano ainda em 2019 e tem uma proposta similar ao Pix, sistema de transferência e outras ferramentas do Banco Central (BC) do Brasil.


A ferramenta dos Estados Unidos iniciou seus testes em setembro de 2022 e agora está na reta final de ajustes para liberação. O FedNow já era esperado para o final do primeiro semestre deste ano.


O Banco Central americano pediu, em nota, para que as instituições financeiras parceiras atuem “a todo vapor” para ingressar na ferramenta.


A novidade e o pedido de agilidade vem em meio a temores de instabilidade financeira do país, após o anúncio da quebra do banco Silicon Valley Bank (SVB), que se tornou o maior banco americano a quebrar desde a crise financeira de 2008.


Ainda assim, o Fed está tratando o tema com um olhar de novidade e possibilidade para conseguir alcançar bancos do país todo.


“O FedNow permitirá que todas as instituições financeiras participantes, das menores às maiores e de todos os cantos do país, ofereçam uma solução moderna de pagamento instantâneo”, afirmou o primeiro vice-presidente do Fed de Boston e executivo do programa FedNow, Ken Montgomery.


O “Pix Americano” deve ser lançado já com um conjunto de funções habilitadas, com funcionalidades básicas de compensação e liquidação e recursos de valor agregado. Assim como o Pix, a nova ferramenta vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana.



Comments


bottom of page