top of page

Nubank, C6 e Inter aderem ao Desenrola; confira todos os bancos que já aderiram

Veja quais bancos aderiram ao programa de renegociação de dívidas Desenrola e os canais para solicitar o desconto.



O programa Desenrola Brasil, lançado no dia 17 de julho pelo governo federal, para permitir a renegociação de dívidas dos brasileiros, recebeu novas adesões das instituições financeiras ao longo desta semana, o que deve ampliar o acesso à medida e atingir até 30 milhões de brasileiros nesta primeira fase, segundo o Ministério da Fazenda.


Uma das adesões mais esperadas foi confirmado no dia 19 de julho, quando o banco digital Nubank confirmou sua entrada no Desenrola e afirmou que vai retirar da lista de negativados o nome de pessoas com dívidas de até R$ 100. Segundo o governo, apenas o Nubank já pode garantir a desnegativação de um milhão de CPFs.


Os cinco grandes bancos brasileiros já haviam aderido ao programa: Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Caixa. Agora, os bancos digitais estão se movimentando para participar do programa, como C6 e Inter, que também aderiram ao Desenrola.


Banrisul, Daycoval, PagBank e Pan também confirmaram suas entradas no programa e os clientes de todos estes bancos já podem entrar em contato com as instituições para quitar dívidas adquiridas entre 2019 e 2022, desde que façam parte da Faixa 2 do programa.


Para ajudar os clientes a entrarem em contato com os bancos, o g1 compilou os seguintes dados:


Banco do Brasil

O Banco do Brasil informou que, a partir de segunda-feira (24), terá "ofertas diferenciadas, trazendo melhores condições de renegociação para seus clientes".


Sobre a baixa da negativação dos nomes de pessoas com dívidas inferiores a R$ 100, o banco informou que concluirá o processo até a próxima sexta-feira (21).


Os clientes interessados em renegociar as dívidas poderão utilizar os seguintes canais:


  • App BB;

  • Internet Banking pelos endereços www.bb.com.br/renegocie para pessoas físicas ou www.bb.com.br/renegociepj para pessoas jurídicas;

  • Central de Relacionamento pelos números 4004-0001 (capitais) e 0800-729-0001 (demais regiões);

  • WhatsApp, enviando a mensagem "#renegocie" para o número (61) 4004-0001;

  • Toda a rede de agências.


Bradesco

O Bradesco também confirmou a participação no "Desenrola" e disse que as dívidas de até R$ 100 serão desnegativadas ao longo da próxima semana.


O presidente do banco, Octavio de Lazari Junior, considera que o programa "é tempestivo e oportuno, pois impacta diretamente uma enorme massa de pessoas que perderam condições de consumo pelo endividamento e dificuldades de honrar essas dívidas" e garante que o Bradesco dará todo o apoio necessário para dar abrangência e robustez ao "Desenrola", com informação ao cliente, com transparência e fluidez nas negociações.


Os clientes poderão fazer a renegociação da seguinte forma:


  • Portal de renegociação, pelo endereço banco.bradesco/dividas;

  • Canais Digitais (Mobile, Internet Banking, Fone Fácil e ATM);

  • Plataformas de parceiros;

  • Toda a rede de agências.


Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal participa do "Desenrola" e informa que, entre as suas condições especiais, estão descontos de até 90%,sem cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), para quitações à vista e parcelamento de dívidas de 12 a 96 meses.


O banco também está promovendo, simultaneamente, uma campanha própria denominada "Tudo Em Dia CAIXA", com oportunidades de renegociação das dívidas, de pessoas física ou jurídica, com descontos de até 90%.


Os clientes da instituição podem negociar as dívidas por meio do:


  • Site CAIXA Desenrola;

  • WhatsApp 0800-104-0104;

  • Telefones 4004-0104 para capitais e regiões metropolitanas ou 0800-104-0104 para demais regiões;

  • App CAIXA Tem, na opção "Desenrola Brasil".


Itaú Unibanco

O Itaú é mais um dos bancos que aderiram ao programa "Desenrola" e, em nota, informa que irá oferecer "descontos atrativos e condições especiais para a renegociação, com redução de taxas de juros de até 60% para dívidas em atraso".


A instituição explica que os clientes com nome sujo por dívidas de até R$ 100 serão desnegativadas ao longo do mês de julho, mas ressalta que se o cliente não fizer a adesão ao "Desenrola" nos próximos meses, a negativação será inserida novamente nos cadastros de inadimplência.


Os canais para adesão ao programa são:


  • WhatsApp (11) 4004-1144;

  • Site https://renegociacao.itau.com.br/.


Santander

De acordo com o Santander, o banco terá ofertas para pessoas físicas com e sem entrada, além de "taxas flexíveis, descontos de até 90% e parcelamentos em até 120 vezes".


A instituição também afirma que, em seu setor de financiamentos, os clientes contarão com ofertas de renegociação com condições inéditas, a depender de cada perfil.


Para participar, os clientes pessoa física poderão entrar em contato com o banco pelo:


  • telefones 4004-3535 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-722-9090 (demais localidades);

  • Site www.santander.com.br/renegociacao

Já para o Santander financiamentos, as opções de contato são:


  • Telefone 4004-9090 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-722-9090 (demais localidades);

  • WhatsApp 4004-9090;

  • Site www.negociemais.santanderfinanciamentos.com.br


C6 Bank

O banco digital informou no dia 19 de julho que aderiu ao programa e que os clientes já podem pedir a renegociação pelos seus canais de atendimento.


A empresa informou também que já limpou 456 mil CPFs por meio do Desenrola, entre os clientes com dívidas até R$ 100.


Inter

O banco Inter informou que as renegociações já podem ser realizadas por três canais:


  • Pelo portal específico;

  • pelo App;

  • Central de Atendimento: 3003-4070.


Nubank

Em comunicado à imprensa, o Nubank apontou que deve informar em breve as condições e critérios para renegociação e os canais de atendimento para o programa.


Com informações adaptadas g1

bottom of page