Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif

PIX Saque e PIX Troco movimentaram mais de 2,2 milhões de transações em quase 1 ano de existência

De acordo com dados do BC, modalidades encontram resistência de adesão, mas continuam crescendo.


Foto: Yan Krukov/Pexels

O Pix Saque e Pix Troco são modalidades da ferramenta de transferência instantânea criada pelo Banco Central (BC) que já estão em funcionamento desde novembro do ano passado e, mesmo assim, ainda registram baixa adesão quando comparadas ao volume total de transferências feitas pela ferramenta.


Segundo dados do BC, entre dezembro do ano passado e outubro deste ano, foram realizadas 2.247.157 transações das modalidades, movimentando um total de R$ 292,3 milhões.


Apenas em outubro, o sistema de pagamento instantâneo movimentou R$ 897,47 bilhões, em 2,048 bilhão de transações.


A movimentação das modalidades apresentou uma leve queda em comparação com o mês anterior, como é possível observar nas tabelas abaixo. Ainda assim, observa-se uma tendência de crescimento desde que foram lançadas.




Com as funcionalidades, os usuários podem fazer saques em estabelecimentos comerciais, não apenas em caixas eletrônicos. A questão é que a oferta destes produtos, no entanto, é opcional e depende de adaptação dos sistemas das lojas.


Como encontrar pontos que oferecem o PIX Saque e o PIX Troco


A relação dos postos de atendimento está disponível pelas próprias instituições no formato de Dados Abertos.


Os usuários podem ainda encontrar onde as modalidades estão disponíveis por meio de um mapa, desenvolvido em parceria pela Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs) e a Pay Ventures.


A ferramenta é gratuita e está disponível para quem quiser utilizá-la, com atualizações de duas em duas horas dos caixas eletrônicos e estabelecimentos comerciais e horário de funcionamento.


Basta entrar no site mapapix.com.br, indicar sua localização e o mapa irá indicar os estabelecimentos nas proximidades que oferecem o PIX Saque e PIX Troco.


Fonte: Portal Contábeis com informações do g1

Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif