Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif

Quer investir em franquias? Veja dicas para empreender nesse setor

Setor oferece quase 3 mil opções de marcas em todo o país.


Quer investir em franquias? Veja dicas para empreender nesse setor
Foto: Pexels

As franquias são muito procuradas por pessoas que decidem entrar no mundo do empreendedorismo. O setor chama atenção porque registra um faturamento anual superior a R$ 167 bilhões, tem mais de 156 mil unidades e quase 3 mil opções de marcas de franquias por todo o país, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).


Uma pesquisa da ABF mostra que o setor minimizou os impactos da pandemia do coronavírus no 1º trimestre deste ano e que há segmentos que apresentam crescimento. Além disso, cresce a quantidade de unidades home based, ou seja, que funcionam em casa. Esse tipo de franquia já representa mais de 10% dos pontos comerciais.


Mas a pergunta que fica é: este é o momento ideal para investir em uma franquia? Especialistas dizem que sim, mas sempre com cautela e muita pesquisa de mercado. E, claro, com dinheiro suficiente.


O que é preciso analisar na hora de escolher uma franquia?


  • Autoavaliação: Eu quero empreender? É o meu momento de vida? Além de ter um recurso financeiro para investir, tem que incorporar o pensamento e comportamento empreendedor.

  • Tamanho do capital: Você sempre vai precisar de mais dinheiro do que o valor de compra da franquia. Qualquer negócio, seja franquia ou não, tem um tempo para atingir o ponto de equilíbrio, aquele momento onde a receita supera as despesas mensais. Até lá, é preciso ter um fluxo de caixa. Por isso, a dica é ter 30% a mais do que o valor do investimento.

  • Afinidade com o negócio: Antes de pensar no negócio que dá mais dinheiro, é importante escolher um negócio em que se sinta confortável em operar. Principalmente no início da operação, é preciso trabalhar muitas horas por dia. Se você não gostar do ramo que escolheu, será muito difícil.

  • Acesso à informação: Antes de comprar uma franquia, de pagar ou assinar qualquer contrato, a pessoa precisa receber da franqueadora um documento, chamado Circular de Oferta de Franquia (COF). Dentro dele, há uma lista de informações que a franqueadora é obrigada a fornecer ao candidato a comprar uma unidade. Estude muito essas informações!

  • Converse com os franqueados: No COF há uma lista com os contatos de todos os franqueados de uma rede. Escolha alguns deles, o máximo possível, entre em contato, ligue, visite e tire todas as dúvidas. Isso é fundamental. Pergunte como é o suporte da franqueadora, como é a sazonalidade do produto ou serviço e quais são as maiores dificuldades.

  • Não crie falsas expectativas: Entender o que se espera da franqueadora e o que a franqueadora espera do franqueado é fundamental para não haver frustrações no futuro.

  • Todo cuidado é pouco: "Franquia é uma duplicação de algo que deu certo, não de uma ideia. Não compre uma ideia, nem uma franquia que não tenha, pelo menos, 1 ano de operação”, alerta Denis.


Setores em alta para franquias

De acordo com a pesquisa da ABF, alguns segmentos permanecem em alta mesmo durante a pandemia. Confira os números de cada uma delas:


Casa e Construção teve alta de 36,5%, beneficiado pela demanda por reparos, manutenções e reformas, com a maior permanência das famílias em casa e o aumento do trabalho em home office e aulas a distância.


Saúde, Beleza e Bem-Estar cresceu 12,7% e Limpeza e Conservação 6,6%, favorecidos por serem atividades consideradas essenciais, pela maior procura por procedimentos estéticos e de sanitização de ambientes, respectivamente.


Serviços e Outros Negócios teve alta de 6,1% alavancado pelas áreas de meios de pagamento e serviços digitais.

Sem papel, sustentável e consultiva.gif