Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif

Registrato: ferramenta do BC de consulta a valores esquecidos retorna em 14 de fevereiro

Sistema de consulta ficou instável devido a quantidade de acessos.


Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

O Registrato, sistema do Banco Central (BC) que permite que brasileiros consultem valores esquecidos em instituições financeiras, saiu do ar no mesmo dia em que foi lançado após instabilidade devido ao volume de acessos.


A ferramenta só voltará a funcionar com todas as suas capacidades no próximo mês e em março poderão ser agendadas as transferências das quantias pendentes.


“O BC informa que, a partir de 14/02/2022, o cidadão poderá consultar se têm algum valor a receber. Em caso positivo, será imediatamente informado sobre a data em que poderá solicitar a transferência dos recursos para sua conta. Essas solicitações de transferências poderão ser agendadas a partir de 07/03/2022, na data informada pelo sistema”, informou o BC em nota.


Nas primeiras horas de lançamento, aproximadamente 79 mil pessoas e empresas conseguiram consultar a situação e foram solicitados 8,5 mil pedidos de resgate de recursos, no total de R$900 mil.


Para evitar novas instabilidades, o BC está investindo na ampliação de atendimento do Registrato para conseguir devolver os R$8 bilhões esquecidos em bancos do país, sendo que R$3,9 bilhões podem ser resgatados por cerca de 28 milhões de pessoas.


Neste momento podem ser solicitados valores de contas-correntes ou poupança finalizadas e não sacadas, de taxas indevidas de tarifas ou obrigações de crédito com termo de compromisso assinado com o Banco Central, de cotas de capital e rateio de sobras líquidas de associados de cooperativas de crédito e grupos de consórcio extintos.


Fonte: Portal Contábeis



Sem papel, sustentável e consultiva.gif