Sem papel, sustentável e consultiva 2  (1).gif

Simples Nacional: tributos prorrogados serão cobrados a partir de julho

Tributos federais do simples nacional voltam a ser cobrados no dia 20 de julho.


Simples Nacional: tributos prorrogados serão cobrados a partir de julho
Foto de Vojtech Okenka no Pexels

Contribuintes que optaram por prorrogar os tributos do Simples Nacional devem voltar a pagá-los a partir de julho.


Devido à crise provocada pela pandemia de coronavírus, a Resolução 158/2021, publicada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), permitiu que os tributos unificados com vencimentos em abril, maio e junho fossem prorrogados.


Com a medida, os contribuintes puderam postergar as competências mensais em até duas parcelas. O pagamento da guia prorrogada não terá acréscimo de multa e juros.


Contudo, é preciso se atentar aos prazos, já que os tributos prorrogados começam a vencer em julho. Confira na tabela.


Prorrogação de tributos Simples Nacional


  • Período de apuração: Março de 2021 Vencimento original: 20/04/2021 1ª Parcela prorrogada: 20/07/2021 2ª Parcela prorrogada: 20/08/2021

  • Período de apuração: Abril de 2021 Vencimento original: 20/05/2021 1ª Parcela prorrogada: 20/09/2021 2ª Parcela prorrogada: 20/10/2021

  • Período de apuração: Maio de 2021 Vencimento original: 21/06/2021 1ª Parcela prorrogada: 22/11/2021 2ª Parcela prorrogada: 20/12/2021


O Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) informou que os programas de emissão do DAS foram adaptados para permitir a geração de um DAS e DAS MEI para cada quota com vencimentos distintos.


Vale lembrar que a partir do período de apuração de junho de 2021, será considerado o vencimento original, ou seja, será feito o pagamento de duas guias mensalmente até o final desse ano:

  • uma guia referente ao mês de apuração anterior, como por exemplo a apuração de junho de 2021 com vencimento em 20/07/2021; e

  • uma guia referente a uma parcela de postergação, como por exemplo a apuração de abril de 2021 com a primeira parcela com vencimento também em 20/07/2021.

Sem papel, sustentável e consultiva.gif